Saiba mais sobre o crescimento das compras com cartões no Brasil

O dinheiro ainda é a forma de pagamento mais usada entre os consumidores brasileiros, mas o uso de cartões, seja de crédito ou débito, tem crescido no país e representado a cada dia mais uma parcela significativa dos ganhos no varejo. As compras com cartões no Brasil cresceram quase 14% entre janeiro e julho deste ano.

É o que mostra a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). No primeiro semestre de 2018, os pagamentos com cartões de débito e de crédito movimentaram R$ 720 bilhões.  Ou seja, houve um crescimento de 13,6% em relação ao mesmo período em 2017. Todo esse crescimento ocorre pela diminuição das taxas cobradas aos lojistas pelas empresas de cartões, entrada de mais competidores no setor de pagamentos e sinais de retomada do consumo no Brasil.

As compras com cartão de débito alcançaram o valor de R$ 265,4 bilhões, um avanço de 12,3%. Enquanto do crédito foram superiores a R$ 450 bilhões, com crescimento de 14%. Os pagamentos com cartões já representam 34% do consumo das famílias brasileiras. A Abecs prevê que até 2022 os pagamentos atinjam 60%.

Reunimos neste artigo algumas informações fundamentais para você, lojista, entender um pouco mais sobre esse crescimento e usá-lo ao seu favor nos negócios. Continue a leitura e confira!

E-commerce e as compras com cartões no Brasil

As transações de cartão não presente, que são realizadas em e-commerce, quando o consumidor não apresenta fisicamente o cartão no ato da compra, praticamente dobrou entre dezembro de 2014 (9,4%) e dezembro de 2017.

Esse tipo de compra tem sido impulsionado pelo crescimento do e-commerce no Brasil e hoje representa mais de 18% do total de transações de crédito no país. Em 2017, os consumidores brasileiros realizaram 71 mil compras digitais por hora no país, um índice 25% maior do que em 2016.

Comportamento do consumidor

De acordo com pesquisa realizada pelo Banco Central, o uso do dinheiro em espécie é adotado por 51,5% de consumidores. Enquanto do cartão, por 45,5%. A escolha do cartão de crédito como meio de pagamento aumenta ao mesmo tempo em que o valor pago pelas compras também sobe em nosso país. O cartão é o meio mais usado para quantias superiores a R$ 500 pelos consumidores brasileiros.

Cartões de crédito no varejo

O mercado nacional tem acompanhado os novos hábitos de compra dos consumidores. Desse modo, o aumento da movimentação no cartão de crédito está criando melhores condições para o uso desse pagamento, tanto para os clientes quanto para os varejistas.

Para favorecer ainda mais o uso de cartões como um dos meios de pagamento, o valor da taxa Merchant Discount Rate ou MDR, taxa cobrada dos varejistas em transações feitas via cartão, está caindo. Em 2017, a média da MDR ficou em 2,6% para o crédito.

A pesquisa do Banco Central também mostrou que 74,1% dos empreendimentos brasileiros aceitam pagamentos no cartão de crédito, 75,8% trabalham com débito e apenas 16,3% aceitam cheques.

Cartão de crédito x Dinheiro

O Banco Central apontou que 50% dos varejistas já relataram o recebimento de notas falsas. Apesar de muitos estabelecimentos serem preparados para reconhecer as notas falsas, a falha na verificação pode representar diversos riscos e prejuízos para a loja.

Apesar disso, os consumidores enxergam vários motivos para a maior utilização do dinheiro nas suas transações. A facilidade no controle dos gastos é uma delas. Afinal, o risco da acumulação de dívidas devido a uma má gestão do uso do cartão é maior. Com o dinheiro em mãos pode haver uma menor chance de compra por impulso, por exemplo.

Fato é que o uso de cartões representa uma segurança maior para os varejistas, que terão a certeza que não receberão notas falsas no processo de compra ou mesmo correrem o risco de ter um grande volume de dinheiro em caixa, favorecendo assaltos.

Como é o uso do cartão de crédito, débito e dinheiro na sua loja? Você vê um aumento das compras com cartões no Brasil nos últimos anos? E na sua loja? Compartilhe conosco suas experiências, dúvidas e sugestões de temas para os próximos artigos. Não se esqueça de enviar este texto para os seus amigos varejistas. Até a próxima!

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.