Saiba como Curva ABC pode te ajudar a fazer uma gestão de estoque eficiente

Nós falamos bastante sobre gestão de estoque aqui no blog da PDVend, um controle eficiente de estoque é essencial nos resultados de qualquer empresa, principalmente no varejo. Você conhece a metodologia de Curva ABC? Também conhecida como 80-20 ou Lei de Pareto, essa técnica é bastante usada não somente para estoque como para outras área da gestão. Entenda.

Curva ABC para Gestão de Estoque

Para começar, é importante entender o que é a Curva ABC para gestão de estoque, também chamada de 80-20 ou Lei de Pareto. Essa metodologia tem esse nome pois se baseia no economista italiano Vilfredo Pareto e considera a relevância de cada produto e a quantidade necessária para estoque.

Além de administração de estoque, essa lei pode ser aplicada também para definir de estratégia de vendas, classificar quais são os clientes mais rentáveis e até mesmo estabelecer programas de produção e compra de materiais.

A Curva ABC tem como base o valor dos bens estocados e a quantidade dos mesmos, separando as mercadorias em três categorias: A, B e C. Esses valores não são igualmente proporcionais e é importante entender cada um para equilibrar os esforços de vendas e a estratégia de compra dos produtos.

Por que é importante entender isso?

Você otimiza a gestão dos recursos financeiros da sua loja e evita desperdícios. Assim, aumenta seus lucros de forma inteligente e sustentável.

Produtos de Valor A

Essa categoria representa a parte mais significativa do valor do estoque (80%), entretanto é a menor em quantidade (20%) . São os principais itens em estoque e de alta prioridade.

É nessa categoria que a empresa deve focar boa parte dos seus esforços, pois são os produtos mais valiosos. Não por isso, devem deixar de considerar os produtos B e C, que também são muito importantes para os lucros da empresa.

Categoria de Produtos Valor B

Os produtos B representam cerca de 40% em quantidade no estoque, mas 15% em valor de mercadoria. São itens considerados, ainda, economicamente muito preciosos para o fluxo de caixa da empresa.

A parte C da Curva ABC

A categoria C significa a maioria das mercadorias do seu estoque (de 40 a 50%), mas tem valor inferior às outras categorias, são produtos mais baratos (representam apenas 5 a 10% do valor de estoque). Ou seja, eles ocupam maior parte do seu estoque, porém são mais baratos.

São os produtos de menor importância, pois têm menor valor financeiro, mas de maior giro de estoque.

Como otimizar gestão de estoque usando Curva ABC?

Ótimo, mas o que isso significa? Como posso usar essas  medidas para fazer controle de estoque eficiente?

Calma, nós vamos te explicar! 🙂

Entender quais são os produtos ABC no estoque é o primeiro passo, pois assim é possível identificar onde seus esforços devem se concentrar. Além disso, conhecer a classe dos produtos faz com que você centralize suas vendas e estratégias sobre os produtos mais importantes e rentáveis.

Equilibre suas vendas e seu estoque para não perder mais produtos!

Para avaliar os resultados da curva ABC, é importante identificar a rotatividade dos produtos estocados, a lucratividade deles e quanto eles representam no faturamento da empresa.

Para identificar quais são as classificações dos seus produtos, você deve fazer o seguinte:

  • Monte uma tabela com a participação de cada item na receita total da empresa, com base no seu histórico de vendas;
  • Crie os critérios de avaliação, geralmente os mais utilizados são:
    • Giro de um item;
    • Lucratividade de cada item (não esqueça de considerar custos nesse cálculo. Veja como nesse post que já fizemos sobre precificação);
    • Nível de Exposição ao Risco (considerando fornecedores, fatores ambientais ou outros que representem os riscos que esse item corre ao ficar estocado).

Veja como é a Curva ABC para entender melhor isso visualmente:

Curva ABC

Fonte: SobreAdministração.com.br

Para entender melhor sobre esse assunto, veja esse artigo bastante completo que a Endeavor escreveu sobre o assunto: Como utilizar Curva ABC para Gestão de Estoque.

Outras técnicas de Gestão de Estoque

PEPS (Primeiro que Entra é o Primeiro que Sai)

FiFo na sigla em inglês, First-in First-Out

Essa é uma técnica muito utilizada principalmente por empresas que têm produtos com data de validade limitada e curta. Por meio dessa metodologia, o estoquista controla a saída dos lotes de produtos a partir da data de entrada deles. Apesar de evitar produtos estragados, essa técnica, ainda assim, pode gerar diversos danos para os produtos e acarretar em desperdícios. Deve ser sempre avaliada e utilizada em conjunto com outras técnicas.

UEPS (Último a Entrar e Primeiro a Sair)

LiFo na sigla em inglês, Last-In First-Out

Nesse caso, a lógica é invertida com relação ao método PEPS. O custo do estoque está relacionado às saídas de estoque e o investimento está ligado aos produtos vendidos mais recentemente, sem custos de reposição imediatas das mercadorias utilizadas.

A vantagem desse critério é que você consegue visualizar melhor a saída de produtos e repassar reajustes de preço ao consumidor, porém isso pode colocar em risco seu lucro. Além disso, não é muito indicado para empresas que trabalham com produtos alimentícios, apenas para produtos não perecíveis e artigos sem data de validade.

MPM (Preço Médio Ponderado)

Nessa metodologia, uma das mais comuns no mercado porém não tão eficiente para gestão inteligente, o varejista faz o controle do estoque a partir do valor médio das mercadorias estocadas. Ou seja, deve-se considerar o preço médio dos itens estocados e o resultado disso seja uma rentabilidade mediana.

Curva ABC e Gestão de Estoque é muito complexo?

Achou tudo muito complexo e até mesmo inviável de aplicar? Há diversos programas e planilhas que podem lhe ajudar a automatizar essa operação de controle de estoque.

Nós criamos uma planilha gratuita para te ajudar a fazer isso! Baixe a planilha agora mesmo. 🙂

Planilha de Curva ABC de Gestão de Estoque

Além disso, se preferir, pode ter acesso gratuito ao Sistema da PDVend e conhecer mais sobre as outras funcionalidades que temos para gestão de loja, vendas, estoque e emissão fiscal. Basta começar um teste grátis e falar com nossos consultores.

 

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.