Fluxo de Caixa e Gestão Financeira: Como estar sempre no positivo

Entender sobre gestão financeira e controle de caixa é essencial para qualquer empresa que quer ter sucesso. Capital de giro, vendas, fornecedores, estoque, projeção de entrada e saída de dinheiro. Manter o fluxo de caixa positivo depende desses e uma série de fatores, é essencial entender cada um deles para manter uma boa saúde financeira na empresa. Entenda mais sobre isso, organize melhor suas finanças e otimize seus lucros.

O que é Fluxo de Caixa?

Fluxo de Caixa é o registro de toda a movimentação financeira, entradas e saídas por um determinado período de tempo. Isso geralmente causa confusão para os empreendedores devidos os prazos diferentes e não padronizadas de entrada e saída de dinheiro.

Ter esse movimento de caixa bem documentado ajuda o empreendedor não somente a ter mais controle sobre a gestão da sua empresa como também a projetar suas finanças. Fazer planejamento de compras, estratégias de marketing e gestão de recursos. Otimize a eficiência dessas operações estratégicas fazendo a gestão do fluxo de caixa e mantendo-o positivo.

Outra vantagem de fazer controle de movimentação financeira é a possibilidade de fazer projeções de contas a pagar e a receber mais assertivamente. Assim, o empresário é capaz de se organizar melhor e saber seu saldo de caixa para os períodos projetados.

Ter um fluxo de caixa organizado e atualizado é uma das melhores ferramentas de gestão para tomada de decisão.

Por meio das informações obtidas com o fluxo de caixa, o empresário é capaz de elaborar diversos documentos gerenciais, como: análise de sensibilidade, cálculo de rentabilidade, lucratividade e prazos de Retorno sobre Investimentos.

 

Como fazer o fluxo de caixa da minha empresa?

Veja algumas dicas básicas que separamos para empreendedores que ainda não sabem nem por onde começar a fazer gestão financeira da sua empresa.

Fornecedores e prazo de pagamento:

  • Tenha um excelente relacionamento com seus fornecedores. Isso pode evitar uma série de problemas que ocorrem por falta de uma comunicação efetiva entre as partes;
  • Saiba negociar prazos de pagamentos e recebimentos de mercadorias. Além de evitar que você tenha problemas de falta de produto por não entrega, ainda ajuda a melhorar seu fluxo de caixa;
  • Conheça o giro de seus produtos para entender quando é o melhor momento para comprar um produto, até quando ele será vendido e até quando você receberá por aquela venda. Isso ajuda a não deixar o fluxo de caixa negativo em determinados períodos.

Clientes e prazo de recebimento:

  • Ok, o produto chegou, você vendeu, mas o cliente pagou no cartão de crédito. Isso significa que você só vai receber esse dinheiro daqui a algumas semanas, dependendo de qual é sua adquirente.
    Essa informação precisa estar muito bem mapeada no seu fluxo de caixa também para ter um planejamento financeiro que gere lucros;
  • Para antecipar prazos de pagamento, você pode fazer promoções para clientes que escolherem outras formas. Incentive compras no dinheiro ou no débito, isso pode ajudar seu caixa a ter um fluxo mais fluido. A conciliação de cartão crédito, por exemplo, serve para deixar o fluxo de caixa atualizado.

Gestão de estoque eficiente:

  • Um dos principais pilares para o controle de movimentação financeira é administrar estoque. Estoque é dinheiro, então ele não pode ficar parado, precisa existir um equilíbrio entre a entrada e saída de produtos.

5 Etapas para começar a fazer seu fluxo de caixa

Selecione um período para avaliar

Será uma mensuraçã o mensal, trimestral, anual? Determine qual o intervalo, anterior e posterior, que será calculado para analisar a saúde do seu negócio e projeções.

Qual seu saldo atual em todas as contas?

Olhe todas as contas corporativas e anote qual é o saldo delas no momento em que está começando a fazer o registro.

Registre todas as contas – Tanto a pagar quanto a receber

Mapeie todas as contas, fixas e variáveis, além dos prazos para cada uma.

Atualize as entradas e saídas recentes – Sempre!

Ok, você mapeou tudo, sabe quanto tem em caixa, qual a projeção de custos e lucros. Perfeito. Mas de nada adianta fazer isso e não manter a planilha atualizada com todos as novas movimentações após o registro inicial.
Mantenha sua planilha de fluxo de caixa aberta sempre, atualize a cada nova atividade.

Analise periodicamente

Por fim, faça análises periódicas desse fluxo de caixa. Você está ganhando mais em algum ponto, perdendo dinheiro em outro, se há momentos do mês em que você fica no negativo. Analise sempre. Otimize sempre. Essa é uma dica de ouro para o sucesso do seu negócio e aumento dos lucros

Fluxo de Caixa fácil e gratuito

Para chegar à excelência na gestão do fluxo de caixa, é essencial que o empresário conte também com ferramentas adicionais para complementar e otimizar a gestão. Veja as ferramentas de gestão gratuitas que disponibilizamos para ajudar micro e pequenas empresas a chegar ao sucesso.

 

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

3 comentários

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.