Franquia ou loja própria: Qual a melhor opção para investir?

Franquia ou loja própria? Eis a grande dúvida de quem quer iniciar no empreendedorismo.

Para tentar auxiliar nessa decisão e nos prós e contras de cada modelo, nós preparamos esse artigo para você.

Tanto no modelo de franquia ou loja própria, especialistas recomendam que o futuro empresário coloque na balança o que é mais importante para ele: Segurança ou liberdade.

O modelo de franquia serve para o empreendedor que arrisca menos e que está sujeito ao seguimento de regras.

Já o investimento em loja própria é indicado para o empreendedor dinâmico que não deseja seguir padrões e diretrizes.

Vantagens da franquia

Crédito facilitado

Geralmente por ser estabelecida em um modelo de negócio que já está “girando”, uma das vantagens da franquia é a facilidade de crédito.

Algumas instituições públicas e privadas de crédito possuem produtos exclusivos para o fomento de franquias.

Eles oferecem capital de giro, antecipação de receitas, financiamentos para investimentos, convênios, seguros e previdência.

Alguns bancos como o Banco do Brasil possuem financiamentos para implantação, modernização e até taxa de franquias.

Marketing mais barato

Como já está consolidada no mercado, a marca da franquia geralmente já estabelece planos de investimento compartilhado.

As marcas já possuem um plano de marketing estabelecido e fornece ao franqueado os materiais necessários.

Isso significa economia com a terceirização deste tipo de serviço.

Produtos mais baratos e gestão compartilhada

Boa parte dos produtos da franquia são compradas em conjunto, reduzindo valores que vão desde matéria prima até uniformes e implementos.

Alguns dados do Sebrae, indicam que compras feitas de forma conjunta entre empreendedores franqueados, geram economia de até 30%.

Além disso, sistemas de gestão como a PDVend que, quando fechados em conjunto, também facilitam em processos como controle de estoque, painel de vendas e emissão de cupons fiscais.

Risco menor de fechamento

O risco de mortalidade das franquias é menor em relação à loja própria. Enquanto o percentual de encerramento de atividades é de 3% nas franquias, no outro modelo chega até 26%.

As que fazem parte deste pequeno percentual de fechamento de 3% cometem erros primários como: falta de capital de giro, terceirização de operações ou má localização.

Por isso é muito importante contar com o apoio do franqueador no planejamento básico do negócio.

A aposta na loja própria

Apesar das franquias serem um negócio atraente e de muitas vantagens, não é o negócio indicado para quem almeja liberdade e esteja disposto a correr riscos.

Quem aposta em suas próprias regras e na criação do seu próprio modelo de negócio, a loja própria é o caminho.

Com a consolidação dos produtos já criados pela franquia, fica difícil o empreendedor criar novas linhas de produtos.

O franqueador impõe padrões já estabelecidos em um modelo de negócio funcionando no automático.

Com a sua loja própria você pode decidir sobre lançamentos e expansão, além de poder testar métodos.

Franquia ou loja própria: Uma decisão que depende do seu perfil

Ambas as modalidades têm suas vantagens e desvantagens para quem quer seguir no caminho do empreendedorismo.

Essa decisão vai depender do seu perfil como empreendedor, ou seja, você deve definir se quer segurança ou prefere arriscar mais em suas próprias ideias.

Confira sempre o nosso blog para dicas importantes de empreendedorismo.

 

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.