O futuro do varejo é com aplicativo integrado à maquininha

Como você imagina o futuro do varejo? Você sabia que as vendas realizadas com cartão de crédito e débito já representam a maior parte das operações no comércio brasileiro? Segundo pesquisa divulgada pela PWC no ano passado, cerca de 80% dos consumidores brasileiros preferem o pagamento via cartão de crédito.

A cada dia mais, o caixa de loja é substituído pela maquininha de cartão e a nota fiscal tradicional dá lugar à NFC-e (Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica). O computador e a impressora são constantemente trocados pela máquina de cartão, que recebe o pagamento pelo produto ou serviço e emite a nota fiscal de forma facilitada e com baixo custo. Continue a leitura do post e conheça mais sobre as tendências do futuro do varejo!

O que muda no futuro do varejo?

Emissão de NFC-e na própria máquina de cartão

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) é um documento eletrônico, já emitido pelas maquininhas de cartão, que substitui as notas fiscais tradicionais. A NFC-e é obrigatória em muitos estados brasileiros e gradualmente está sendo exigida em todo o Brasil.

A emissão eletrônica reduz custos com a dispensa de equipamento fiscal, homologação de hardware ou software e impressoras; economiza papel e dinheiro; gera mobilidade (a NFC-e pode ser enviada por e-mail) e controle de estoque à distância; agilidade no atendimento ao consumidor; e transparência e segurança com a manutenção dos dados na nuvem. Conheça mais sobre as vantagens da NFC-e aqui.

Caixa de loja na maquininha

Há 5 anos, o processo para emitir cupom fiscal era muito caro e trabalhoso. Além da integração entre pagamento e gestão, o caixa de loja na maquininha possibilita a redução de custos e erros na emissão de cupom fiscal e consequentemente o aumento da arrecadação.

A gestão de ponto de venda móvel facilita tanto a vida do lojista quanto a do cliente. Muitas pessoas não andam mais com dinheiro em espécie. A opção de pagamento em cartão pode facilitar o aumento do ticket médio de compra dos seus clientes, que não se limitarão à quantidade de dinheiro que eles têm na carteira naquele momento.

Solução em nuvem

Através da solução em nuvem, o lojista mantém seus dados seguros, economizando e controlando seu negócio de forma simples e eficiente. Com as maquininhas cada vez mais modernas é possível baixar aplicativos que ajudam no controle das vendas e gestão de loja.

A mobilidade é fundamental para a rotina de um empreendedor de sucesso que possui uma grande quantidade de tarefas e demandas diárias. Por meio da internet é possível gerenciar um negócio (ou mesmo uma rede) à distância pelo celular, tablet e notebook.

Aplicativo em conjunto com a maquininha

Diversos aplicativos de comunicação em tempo real são excelentes para o relacionamento com os clientes e com a equipe, tais como WhatsApp, Skype e Facebook Messenger. O custo para utilização dessas tecnologias é muito baixo diante de todas suas funcionalidades.

Os aplicativos de ponto de venda móvel foram criados especialmente para os varejistas que querem ter uma empresa mais eficiente e lucrativa. A forma de fazer isso é a mesma dos apps de comunicação: trazer a tecnologia para o dia-a-dia do empreendedor, tornando suas atividades diárias mais produtivas para focar em soluções mais estratégicas para o seu negócio.

Através de um aplicativo de PDV, o lojista emite NFC-e e CF-e/SAT de forma ilimitada e automática, controla à distância seu estoque e as vendas realizadas, envia suas informações para a contabilidade em tempo real e ainda recebe sugestões de precificação inteligente para que obter maior lucro sobre os seus produtos.

Os apps são soluções fáceis de usar e com um preço justo para empreendedores de qualquer tamanho. Por meio de parceria com grandes operadoras de máquinas de cartão, os aplicativos de automação comercial se integram às maquininhas inteligentes para efetuar vendas de forma fácil e transparente, emitir o cupom fiscal na própria maquininha com a redução de erros nas notas e efetuar o recebimento do pagamento em tempo real. Além disso, todo gerenciamento da loja é feito online, na nuvem, facilitando a vida das pequenas e médias empresas.

Por que integrar o sistema de PDV na maquininha?

No geral, os comerciantes têm dificuldade de enxergar que as maquininhas smart terminals (como Smart Rede e Cielo Lio) são diferentes das tradicionais. Elas são máquinas de cartão que possuem um sistema operacional onde o usuário é capaz de instalar um aplicativo e fazer o registro das vendas diretamente nelas.

Mais completas, as smart terminals têm seu uso otimizado com a integração dos aplicativos de gestão de loja, que são de responsabilidade de outro fornecedor. Quando o varejista que possui um sistema de PDV e gestão que não está integrado na maquininha faz uma venda, ele precisa ir até o sistema e registrar toda a operação depois de receber o pagamento do cliente. Caso o usuário esqueça de registrar a venda, isso pode gerar falhas de informação. Além disso, o lojista precisa ter uma impressora à parte para imprimir os cupons fiscais.

Hoje, com as novas maquininhas que têm o sistema de PDV móvel, o usuário registra a venda automaticamente após o pagamento aprovado. Ou seja, ele lança a venda, a maquininha recebe o pagamento via cartão e o registro já é feito no mesmo momento.

Outra vantagem das novas maquininhas integradas ao sistema PDV é o envio das notas fiscais direto para a Secretaria da Fazenda após o registro da venda. Tudo é feito de forma simples e automatizada.

A Smart Rede possui uma impressora de emissão de cupom fiscal acoplada à máquina, fazendo com que o usuário não precise mais adquirir uma à parte. Já a Cielo Lio precisa de uma impressora térmica via bluetooth para a emissão dos cupons. As duas fabricantes não fornecem os aplicativos de PDV móvel. Eles precisam ser contratados à parte.

No futuro do varejo, os apps vêm para proporcionar economia de dinheiro e aumento dos lucros do varejista. Como disse Sávio Arruda, CEO da PDVend: “todos sairão ganhando. Adquirentes, desenvolvedores de aplicativos e principalmente os lojistas. Seja bem-vindo ao futuro do varejo!”

  • Compartilhar
Anna Bella Bernardes
Jornalista formada pela PUC Minas e pós-graduada em comunicação e marketing pela Universidade de São Paulo. Com 7 anos de experiência na área de comunicação, desde 2015 atua com marketing de conteúdo, SEO e inbound marketing.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.