NFC-e em Minas Gerais 2019: conheça o cronograma de Adesão Voluntária

Agora é pra valer. A NFC-e em Minas Gerais está acontecendo. Falamos sobre a implementação da NFC-e em MG, que está sendo rápida. No dia de 14 de dezembro de 2018, o Decreto Nº 47.562, que altera o Regulamento do ICMS referente à Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, modelo 65, foi publicado. E agora podemos dizer que finalmente foi divulgado o cronograma de Adesão Voluntária ao projeto NFC-e em MG.

O Decreto conta com informações sucintas sobre a obrigatoriedade da NFC-e em Minas Gerais. Ainda não foram definidas algumas datas  de segmentação dos contribuintes. Elas ainda serão estabelecidas por uma futura resolução da SEF MG.

Através do decreto, o cronograma de obrigatoriedade da NFC-e foi atualizado e as informações sobre a NFC-e se tornaram mais consistentes. No post de hoje, confira os prazos estabelecidos pela Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais para emissão da NFC-e e conheça a importância da Nota Fiscal de Comércio Eletrônica.

Datas para começar a emitir a NFC-e em Minas Gerais em 2019

O Decreto publicado em no dia 14 de dezembro estabeleceu as datas para a disponibilização do cronograma de Adesão Voluntária da NFC-e em Minas Gerais para três diferentes grupos de contribuintes. São eles: participantes do projeto piloto, novos estabelecimentos e todos os contribuintes voluntários.

Participantes do projeto piloto

No dia 18 de dezembro de 2018, os participantes do projeto piloto da NFC-e em Minas Gerais começaram a utilizar o ambiente de produção da nota fiscal do consumidor eletrônica. Através do feedback dos participantes do projeto piloto, a SEF MG deve realizar os últimos ajustes no ambiente de produção.

Novos estabelecimentos

O ambiente de produção da NFC-e em Minas Gerais será disponibilizado em regime de adesão voluntário para os novos estabelecimentos cadastrados a partir do dia 2 de janeiro de 2019. Se ligue! Os contribuintes interessados em aderir à NFC-e em MG devem encaminhar uma solicitação de credenciamento ao serviço de atendimento da SEF MG.

Todos os demais contribuintes

A partir do dia 4 de março de 2019, os demais contribuintes que querem emitir NFC-e em Minas Gerais poderão fazer o credenciamento para a emissão. Fique atento!

Obrigatoriedade da NFC-e em MG

Os estabelecimentos comerciais mineiros poderão continuar utilizando o Emissor de Cupom Fiscal – ECF para realização de vendas ao consumidor enquanto não existem novos prazos estabelecidos para obrigatoriedade de utilização da NFC-e.

A resolução contendo os prazos de obrigatoriedade da SEF MG deve ser publicada ainda em janeiro de 2019. E as mudanças devem ser iniciadas a partir de julho.

Vantagens da emissão de NFC-e

Diminuição dos erros de lançamentos

Ao receber os dados gerados das emissões das NFC-e, a contabilidade não precisa mais se preocupar com erros referentes à digitação das notas.

Mais agilidade e economia

Já que a transmissão de dados ocorre de maneira online e em tempo real, a troca de informações entre o sistema de gestão da empresa e a SEFAZ se torna totalmente agilizada, eficiente e econômica. Ao usar a NFC-e, a contabilidade recebe todos os dados eletrônicos de forma simples e rápida.

Redução de uso de papel e impressões

Com a NFC-e não é mais necessário imprimir todos os dados. Você só precisa disponibilizar o arquivo .XML gerado pelo sistema utilizado pela empresa nas vendas para a sua contabilidade. Logo, há a diminuição do consumo de materiais como papel.

Diminuição do pagamento de impostos e dos erros de emissão

A contabilidade das empresas agora precisa se preocupar menos com as informações das notas, geração dos impostos e pagamentos, que se tornaram mais seguros e com muita praticidade. Todos os dados são recebidos eletronicamente, o que facilita muito os processos!

Simplificação das obrigações

Há a diminuição da quantidade de declarações que existem no modelo ECF (impressão de Redução Z e Leitura X, Revalidação, Lacres, Comunicação de Ocorrências, Cessação etc.) com a emissão da NFC-e. Já que todas as informações estarão disponíveis online e em tempo real.

Melhoria da relação entre empresa e contador

Com todas estas vantagens há a melhora da relação das empresas com a contabilidade, que poderá direcionar seu tempo para questões mais estratégicas do negócio.

Saiba quando optar por um software para emissão da NFC-e

Finalmente os varejistas mineiros contam com mais economia e produtividade com a implementação da NFC-e. Já que a emissão da NFC-e permite mobilidade ao varejista, ela deve ser feita com a melhor tecnologia disponível. Vale muito a pena contar com um software de gestão para emitir NFC-e. Através do sistema será mais prático realizar a integração contábil de todas as operações e realizar a gestão de loja e o controle financeiro de uma só vez.

Além de te ajudar no controle das vendas e estoque à distância, o sistema PDVend está pronto para facilitar as emissões da NFC-e em Minas Gerais. Confira algumas das nossas vantagens:

  • Emissão de CF-e/SAT.
  • Integração com SAT Urano e Daruma.
  • Emissão em contingência (caso falte internet).
  • Envio de nota fiscal automático para contabilidade.

Você é um varejista mineiro? O que achou do cronograma de Adesão Voluntária da NCC-e em MG? Ficou com alguma dúvida? Fale com a gente!

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.