15 palavras sobre pagamentos que você precisa conhecer hoje mesmo!

Ninguém nasce sabendo de tudo, mesmo porque é impossível saber de todas as coisas. Ainda mais num mundo que novas informações surgem a cada segundo, literalmente. E a internet contribuiu muito para aumentar o caldo de conhecimento que já existe. Com o aumento de informações disponíveis, é normal que também surjam termos que até então não existiam ou que derivavam de outra palavra ou conceito. Por isso, para ajuda-lo, elaboramos um mini glossário com as principais palavras sobre pagamentos que você precisa conhecer. Continue lendo e confira!

Glossário de palavras sobre pagamentos

3D Secure

É um protocolo de segurança que empresas de cartão utilizam para combater fraudes. Com ele, o comprador deve realizar uma transação extra para confirmar o pagamento.

Adquirência (ou adquirente)

Trata-se de instituições financeiras que processam e conciliam transações de pagamento de cartão para as empresas. É a parte responsável pelo pagamento financeiro das transações de cartões para os estabelecimentos comerciais.

Banco emissor

É o banco para pessoas físicas, é aquele que oferece os cartões de crédito para os consumidores.

Bandeiras de cartão

São as responsáveis pela infraestrutura técnica, além das regras de processamento de pagamentos de cartão. O banco emissor deve ser membro de alguma bandeira para que o pagamento seja completado.

Carteiras digitais

Serviços como o Google Pay e Samsung Pay são chamados de carteiras digitais. Como o nome sugere, por meio de uma carteira móvel é possível realizar pagamentos de maneira eletrônica e segura.

Chargeback

Já falamos sobre chargeback e de como proteger sua loja. Trata-se de um termo em inglês que basicamente representa quando uma adquirente recorre ao vendedor por uma venda feita em seu estabelecimento. Este deve devolver o valor de um pagamento com cartão ou comprovar a venda que existe a suspeita de ser fraudulenta de alguma forma.

Checkout

Imagine que você comprou algo de forma online, agora é hora de selecionar a forma de pagamento. Esse momento é chamado de checkout. É uma etapa tão importante quanto a da venda em si, pois erros nessa parte podem fazer com que o cliente abandone sua compra no carrinho.

Intercâmbio

O intercâmbio (ou interchange) é a taxa que a empresa paga por meio do adquirente para o banco emissor do cartão de crédito do consumidor. Essa cobrança é realizada por transação e pode variar por diversos motivos: valor do pagamento, tipo de cartão e transação etc.

Pagamento recorrente

Pagamentos recorrentes, ou por assinatura, são serviços como a Netflix ou o Uber, em que o pagamento vai ocorrendo mês a mês sem interrupções por meio de aceito do cliente. É uma forma prática de garantir que seus produtos ou serviços cheguem  a seus clientes sem a complicação de informar os dados mês a mês.

PCI DSS

Vem de Payment Card Industry Data Security Standards (Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento). É o certificado de segurança que marcas de cartão devem seguir para operar com meios de pagamento. Esse padrão de segurança protege sua empresa (e consequentemente seus clientes) de fraudes e roubo de informações.

Request

Tem relação com o chargeback. É uma solicitação de comprovante de venda e/ou documentos adicionais para envio ao banco emissor para análise. Depois de recebida a documentação, o banco pode comprovar a veracidade do pagamento realizado.

Retentativa automática

É um meio de pagamento que é capaz de responder em milissegundos à negativa dos bancos. Essa tecnologia tenta realizar o pagamento da transação por meio da localização de rotas alternativas para garantir aprovação da venda.

Taxa de autorização

A taxa de autorização é uma espécie de cálculo feito a partir de todas as transações realizadas um estabelecimento e-commerce, e a partir do resultado pode-se saber qual a média de vendas aprovadas ou negadas pelo estabelecimento. A intenção é m,anter essa taxa sempre no positivo, de forma a manter uma boa imagem do negócio.

Token

Um token nada mais é que um identificador virtual criptografado que corresponde a um cartão de crédito. Esse código serve para representar um cartão e fazer com que as transações ocorram com maior segurança.

Transparência em código de retorno

Códigos de retorno servem para detalhar e explicar o motivo pelo qual uma transação com cartão foi recusada. É normal que os adquirentes forneçam menos detalhes pelo qual um pagamento com cartão foi negado, o que gera menos transparência na transação.

Agora que você já possui conhecimento sobre boa parte dos termos utilizados no mundo de vendas, já está pronto para ser um profissional mais preparado e capaz de reconhecer qualquer situação logo de cara!

O que achou do nosso mini glossário de palavras sobre pagamentos? Ficou faltando algum termo ou tem alguma dúvida sobre alguma palavra que não aparece na lista? Escreva nos comentários!

  • Compartilhar
content

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.