Crie parcerias estratégicas para impulsionar o mundo dos negócios

Recentemente a PDVend fez a aquisição da Pingobox para avançar na gestão de pagamentos para varejo. Com união das duas marcas, expandimos 100% da nossa base de usuários e ultrapassamos a marca de 40 mil cadastros em todos os estados brasileiros. Realizar parcerias estratégicas tem sido uma estratégia cada vez mais adotada no mundo dos negócios.

As empresas têm buscado soluções completas aos seus clientes. E ao invés de oferecer soluções sozinhas, elas se unem, ou fazem uma parceria com outra marca, para em conjunto criar estratégias muito mais robustas.

Confira no texto de hoje como funcionam essas parcerias estratégicas e como você pode impulsionar o seu negócio com essa estratégia!

Por onde começar?

O primeiro passo é descobrir o que seus clientes precisam. Uma boa parceria deve começar pelo cliente. Daí então você deve encontrar o melhor parceiro para atender seu cliente com as soluções que ele procura. Cada empresa deve ter em mente quais são seus objetivos ao buscar uma nova parceria.

É preciso saber qual o mercado de atuação da empresa parceira, o potencial de clientes que vocês querem atingir e quais segmentos serão o foco da operação. Também é preciso pensar em quais estratégias de atuação conjunta vocês querem propor.

Para que essa união dê certo ela precisa trazer benefícios equivalentes para todos os lados. E o que é preciso buscar no parceiro? Os principais objetivos entre as parcerias são:

Estratégia comercial

Através da criação das estratégias coletivas entre as empresas, há a ampliação da presença no mercado e do portfólio de produtos e serviços.

Estratégia de marketing

As marcas se tornam mais fortalecidas com as ações de marketing em conjunto.

Estratégia de projeto

A parceria pode ser exclusivamente para um único projeto.

Por que você deve se unir com outra empresa?

No atual cenário do mercado em que vivemos, as novas soluções surgem o tempo todo. E nenhuma empresa consegue acompanhar todas essas inovações ao mesmo tempo. As startups, que nascem pequenas, mas com a tecnologia no DNA, oferecem novas soluções de forma ágil, uma tarefa complicada para as grandes empresas. A solução para ambas é criar parcerias com quem já tem a solução pronta.

Além da agilidade, as parcerias estratégicas têm redução de risco. Ao invés de desenvolver a nova solução, as empresas que estabelecem parcerias têm apenas o custo de integração. Logo, não há risco de perda de grandes investimentos.

Como impulsionar os negócios com parcerias estratégicas?

Fechar uma parceria é só o primeiro passo. É preciso saber como impulsionar os negócios em conjunto. E esse é o grande desafio. Confira algumas dicas de como fazer bons negócios com suas parcerias estratégicas:

1.     Defina suas estratégias

É preciso definir metas, criar indicadores e um plano de ação em conjunto com o objetivo de potencializar os negócios de todos os parceiros. Ter uma estratégia única com cada empresa ajuda a desenvolver os objetivos de todos os lados. Por isso, crie um modelo de gestão simples para que todos os envolvidos acompanhem a evolução das ações no momento da execução.

2.     Crie um bom relacionamento com o parceiro

É preciso sinergia para uma parceria de negócios que trará bons resultados. Todas as áreas e equipes devem se comunicar. Por isso, seu parceiro deve estar aberto ao diálogo e ter uma comunicação clara. Você pode começar a parceria através de um pequeno projeto para sentir como vocês funcionarão trabalhando juntos.

3.     Estabeleça reuniões frequentes

É preciso alinhar constantemente as ações e revisar o plano de ação com os seus parceiros. Por isso, as reuniões frequentes são tão necessárias. Sem contar que as reuniões ajudam a fortalecer o relacionamento e a confiança entre vocês. Através delas será possível perceber o que está dando certo e mudar as estratégias que estão dando errado.

4.     Garanta o alinhamento das expectativas

Expectativas desalinhadas entre parceiros podem gerar frustração e muita dor de cabeça. Os objetivos das empresas com a parceria devem estar claros para ambas. Deixe transparecer seus objetivos e entenda quais são as expectativa do outro lado. O sentimento de frustração pode desaparecer com a definição de metas e de um plano de ação em conjunto.

5.      Elabore com atenção os contratos

Os contratos com as empresas parceiras devem ser bem claros e transparentes. Nunca descarte a existência de riscos em uma parceria. Por isso, sua empresa deve estar protegida juridicamente quanto a qualquer eventual dano para que não haja prejuízos com uma eventual ruptura de contrato.

6.     Defina uma política comercial

Por fim, vocês devem criar um modelo de atuação comercial objetivo. Ele deve conter as participações e os ganhos de cada parte nos projetos em conjunto. Bem como uma matriz de responsabilidade e um escopo detalhado das ações do parceiro.

Você já pensou em desenvolver parcerias estratégicas para impulsionar suas vendas ou mesmo já tem um parceiro de negócios? Compartilhe conosco os principais desafios para essa parceria. Não deixe de compartilhar este texto nas suas redes sociais. É só clicar em um dos ícones abaixo!

  • Compartilhar
Anna Bella Bernardes
Jornalista formada pela PUC Minas e pós-graduada em comunicação e marketing pela Universidade de São Paulo. Com 7 anos de experiência na área de comunicação, desde 2015 atua com marketing de conteúdo, SEO e inbound marketing.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.