Precificação: como calcular preço de venda

Você cobra muito caro nos seus produtos? Ou muito barato? Qual é seu lucro sobre cada venda? Ou será que você está levando prejuízo e não está percebendo? Todas essas dúvidas são muito comuns e boa parte das pessoas responsáveis por fazer a precificação dos produtos da loja não sabem muito bem como realizar isso.

Quais são os fatores que devem ser levados em conta para calcular preço de venda? Como definir se o preço está acima ou abaixo do mercado? Como saber se está te dando lucro ou prejuízo?

Nós sabemos, fazer precificação de produtos pode ser um pesadelo para qualquer lojista. Imagina a seguinte situação: você analisa alguns dos fatores que definem seu preço, chega um cliente na sua loja e diz que viu o mesmo produto em outra loja por um preço muito acima do que você vende.

Qual sua justificativa para a diferença de preço? O que você faz nessas situações? Você sabe a diferença entre valor e preço?

Precificação – Como e por quê começar

Vamos lá, primeiro é importante falar sobre por que é importante fazer a precificação adequada dos seus produtos. Um estabelecimento que é capaz de definir o preço correto consegue ter uma saúde financeira melhor e fazer mais vendas. Além disso, com o preço certo, seus clientes sairão da loja satisfeitos e você será capaz de cumprir todas suas obrigações financeiras e ainda obter mais lucro.

Diferença entre preço e valor

Um mesmo produto pode custar preços totalmente diferentes dependendo da localização da loja, da entrega do produto e da experiência proporcionada ao cliente.

Preço é a etiqueta de valor monetário definida, quanto custa aquele produto em termos financeiros. Valor é quando você paga mais caro e acha que vale a pena.

Preço é pagar R$ 3 em um kg de café. Valor é pagar R$15 em 200mL no Starbucks.

Assim, é muito importante refletir. Qual é a experiência que você vai proporcionar para seu cliente? A escolha entre você e seu concorrente será no preço ou no valor oferecido? Definir tudo isso depende da localização da sua loja, do público-alvo que você pretende atingir e de quais são seus custos. Como analisar tudo isso?

precificação

Como calcular preço de venda

Separamos os 4 primeiros passos para começar a precificação correta dos seus produtos e começar a ter lucro mais rapidamente.

  1. Saiba quais são seus custos, despesas e impostos devidos

    Compra de produtos, pagamentos de funcionários, obrigações trabalhistas, comissão de vendas, água, internet, manutenção, limpeza, aluguel, impostos, luz, segurança. São muitos os seus custos, certo? Você tem todos eles na ponta do lápis?
    O primeiro passo é colocar de uma forma visual e unificada todos os gastos fixos e variáveis que você tem com sua operação.
    Que tal buscar uma planilha ou um simulador de preços que te ajude a analisar tudo isso de uma forma mais objetiva e prática?    

  2. Margem de lucro

    Você sabe definir qual é a margem de lucro ideal para seu negócio? Se sua margem for muito alta, você pode perder negócios, se for muito baixo você pode sair no prejuízo. Tome cuidado para conseguir manter os custos estáveis para não desequilibrar também sua margem e economia financeira.

    Por mais que não exista uma margem de lucro ideal, é importante conseguir analisar qual a melhor para você. Isso varia muito de negócio para negócio e da sua saúde financeira.

    Há ferramentas que te ajudam a definir qual é a margem ideal para seu negócio e a precificar melhor seus produtos.

  3. Conheça sua concorrência

    Concorrente é só a loja do outro lado da rua que vende os mesmos produtos que você, certo? Errado!

    Concorrentes podem ser também os e-commerce que vendem o mesmo produto que você na loja física ou até mesmo as lojas ao seu redor e que estão disputando pelo dinheiro do cliente, mesmo que você venda roupas e a outra loja venda sapatos.

    Você sabe quem são seus concorrentes? Por qual preço eles vendem os produtos? Os fornecedores são os mesmos? É extremamente importante conhecer muito bem quem atua no mesmo mercado que você ou está disputando pelo mesmo público-alvo. Veja também esse post do Sebrae sobre como identificar seus concorrentes.

    Use metodologias

    Há diversas formas de se fazer precificação, desde as mais simples até outras complexas. Estude um pouco sobre as mais comuns e veja qual se adapta melhor ao seu negócio. Veja abaixo as mais comuns e saiba qual a melhor opção para você.

    – Mark-up

    Nessa metodologia, você deve analisar todos os custos que você possui e, apenas depois de colocar na ponta do lápis todos, inserir a margem de lucro desejada. Uma vez que a margem de lucro é a variável sobre a qual você tem mais controle, essa forma é a mais segura e simples para definir qual o preço que você aplicará nos seus produtos e te dá uma ideia melhor e mais clara de quais são seus custos e o lucro.

    – Preço-teto

    Essa metodologia pode ser utilizada em casos em que a concorrência é muito alta e os produtos já têm preços pré estabelecidos no mercado. Nesse caso, você deve identificar qual é o preço máximo que o consumidor está disposto a pagar pelo produto e, em seguida, ajuste seus custos e margem de lucro de acordo com esses valores. É uma estratégia que depende muito do mercado em que você atua e de qual sua elasticidade de custos e diferença de margem de lucro.

    – Percepção de valor

    Lembra que comentamos agora há pouco sobre a diferença entre Valor e Preço? Então, é aqui que entra a importância de entender muito bem essa diferença e utilizar isso como vantagem competitiva.

    Quando você está comprando algo, com certeza não leva em consideração apenas o valor monetário do produto, certo? Salvo algumas exceções de produtos básicos e com qualidade padrão, você se preocupa também com a marca consumida, quais são os prazos, qualidade e experiência que estão te proporcionando, certo?

    Então, porque não aplicar isso ao seu negócio também? Às vezes detalhes mínimos surpreendem e fidelizam os clientes, pois agregam mais valor ao seu produto.

    Quando você entrega algo a mais para o cliente, ele vai pensar 2 vezes antes de te trocar pelo concorrente, mesmo que você aumente seus preços periodicamente.

     

O segredo para definir o preço certo

Negociação com fornecedores. Você pode esquecer todas as dicas anteriores se não souber escolher muito bem quem são seus fornecedores e negociar os preços com eles.

Conheça quem são os fornecedores, o prazo de entrega, a qualidade dos produtos e matérias-primas e faça relacionamento com as empresas. Saiba comprar e negociar.

A habilidade de negociar é a chave para o sucesso de qualquer negócio.

Veja também como a má gestão pode te prejudicar e como evitar os erros mais comuns.

 

precificação

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.