Tendências 2017: Varejo e consumo

Novas tecnologias em embalagens e atendimento, mudanças de comportamento no consumo de produtos. Saiba quais são as tendências 2017 para o setor de varejo e consumo. Aproveite estas informações para melhorar o seu negócio e deixá-lo mais competitivo.

Reunimos aqui dicas da Mintel, agência de inteligência que realiza pesquisas de mercado global, divulga diversas tendências para o varejo global e também informações e dicas de consultores do Sebrae. A agência vem sempre acompanhando as tendências do mercado de diversos segmentos, muitos deles podem ser vistos pessoalmente na próxima Feira do Empreendedor 2017 em São Paulo.

Tendências 2017

Mercado de alimentos e bebidas

Experiências sensoriais

Já pensou em consumir um vinho azul ou um café rosa? Diversas ideias de experiências sensoriais estão sendo inventadas para atrair a atenção no setor de alimentação. Usadas como ferramenta de marketing, essa é uma das tendências para os próximos anos.

 

Muitas marcas estão investindo em cores nos alimentos, por meio de corantes sintéticos e naturais. Outras marcas investem também em experiências locais, como as cafeterias com grandes moedores de café na própria loja, onde cliente pode entender e acompanhar todo o processo, até a chegada da bebida na sua xícara.

Importante aqui é lembrar que na busca por saúde e alimentos saudáveis, os consumidores darão preferência a ingredientes naturais, em detrimento dos artificiais.

 

Alimentação saudável

“Ao mesmo tempo em que os brasileiros se esforçam para equilibrar suas vidas, eles procuram evitar ingredientes e práticas nocivas e não sustentáveis. E se voltam para opções alternativas e
free-from para usufruírem do prazer sem sofrimento” (Brasil, Tendência de Consumo 2017, Mintel).

O setor de comidas saudáveis é uma tendência não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Os consumidores já começaram a dar preferência a ingredientes locais e sustentáveis, dando mais credibilidade aos produtores de orgânicos (que não utilizam agrotóxicos).

Os consumidores também preferem alimentos sem ingredientes inimigos das dietas, como açúcar, carboidratos, lactose, trigo, transgênicos, glúten, carne, álcool, gorduras trans. Interessante é que esta tendência estende-se também para o setor de beleza e higiene pessoal.

A praticidade de consumo também é outro item importante no setor alimentação.

Atualmente existem muitos negócios de “comida saudável pronta”, com refeições balanceadas, além de serviços de entrega rápida de refeição ou até mesmo restaurantes sem garçom. Em resumo, praticidade, eficiência e qualidade.
Tendências no mercado de embalagens

Impressão digital

Rotulagem limpa e comunicação clara

Os clientes estão mais atentos às informações dos produtos. Por isso, o investimento em impressões digitais que oferecem mais clareza e transparência aumentará muito a confiança na marca.

Embalagens tecnológicas

Conexão entre embalagens e aplicativos de celular para maiores informações e interatividade, embalagens com tamanhos e recursos que se adequam melhor ao estilo de vida do consumidor são as maiores tendências para o futuro.

Internet das Coisas (IoT). O uso de QR codes, tecnologia bluetooth de baixa energia. Há diversas maneiras de envolver o cliente que está sempre conectado.

Personalização em massa

A impressão digital também pode ser usada em estratégias de embalagens personalizadas e limitadas, que criam um maior relacionamento com o cliente.

Consciência Social

Embalagens ecologicamente sustentáveis também são uma grande tendência para o varejo, uma vez que a consciência coletiva está cada vez mais voltada para a preservação do meio ambiente e redução do lixo gerado.

Embalagem “verde”

As embalagens recicláveis não são novidade e fazem parte das preferências do consumidor mais consciente. Nos Estados Unidos, por exemplo, 63% dos consumidores afirmaram que as embalagens reutilizáveis são um motivo chave de compras. Melhor ainda quando o preço e a qualidade do produto são percebidos como iguais.

Tamanho importa

As marcas devem ficar atentas para criar embalagens que os consumidores veem como tamanho suficiente para o seu consumo (sem desperdícios) e também de fácil transporte. Por exemplo, os snacks, biscoitos, bebidas “on the go”, produtos de alimentação devem ser embalados em pacotes pequenas e práticos.

As pesquisas de consumo apontam essa tendência também para bebidas alcoólicas e até o leite.

precificação

Tendências 2017 para o varejo online

Estima-se que haverá um grande aumento de consumidores online. Nos próximos 5 anos, mais 27 milhões de pessoas realizarão a primeira compra pela internet. Isso significa aproximadamente 67,4 milhões de consumidores online.

Setores mais procurados

Os setores que mais prometem são: roupas, livros, eletroportáteis, artigos esportivos, eletrônicos, cosméticos, alimentos e bebidas. Algumas dessas categorias devem crescer acima da média, principalmente artigos e roupas esportivas (17%), livros (17%) e roupas e beleza (15%).

Vendas mobile

Até o final de 2016, 19% das vendas de e-commerce foram realizadas por meio de dispositivos móveis, movimentando R$ 9 bilhões.

Até o ano de 2021, estima-se a que chegue a 41% a quantidade de vendas online. Isso corresponde a uma movimentação de R$ 35 bilhões.

Dica para e-commerce: Dê destaque aos consumidores mobile.

Multicanal

Os clientes multiconectados tendem cerca de 40% a mais do que os clientes que só utilizam apenas um canal. Invista em sites, aplicativos e espaços físicos para cercar o cliente de múltiplos canais de atendimento, aumentando a lucratividade do seu negócio.

tendências 2017

Estratégia e Relacionamento

As empresas devem estar atentas também a iniciativas sustentáveis e elaborar estratégias para aumentar o relacionamento da sua marca com o cliente.

Pensamento Global

Os clientes de hoje não ficam mais presos a endereços físicos, eles viajam muito para ampliar o negócio para outros bairros, cidades, países. Essa é uma das principais mudanças de mindset que as empresas devem desenvolver para os próximos anos.

Fontes: Sebrae, Mintel, Revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios.

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.