7 dicas para usar cartaz promocional em sua loja

De uma maneira geral, talvez nunca tenha passado pela sua cabeça que usar cartaz promocional como conhecemos hoje tenha uma história tão vasta e rica. Tudo começou na Idade Média, por volta do século X com as primeiras xilogravuras, que eram produzidas em madeira. O primeiro cartaz é pertencente ao século XV. Já o cartaz promocional da forma que conhecemos é do século XIX. Desde então, ele tem se tornado cada vez mais moderno.

Cartazes passaram por inúmeras guerras, movimentos artísticos e políticos/sociais. Hoje em dia, eles são um importante meio para divulgar um produto ou serviço. Mas será que você sabe a maneira ideal de tirar proveito dessa ferramenta? Por isso, selecionamos 7 dicas para usar um cartaz promocional em sua loja e aumentar a visibilidade e oportunidades de negócio. Continue lendo e confira!

Menos é mais

A principal função de um cartaz é a de sugerir e lembrar o cliente consumidor de algo que ele precise. Sugerir é a palavra-chave aqui. Então lembre-se: nada de muita informação ou de muitos cartazes, pois além de gerar poluição visual também tira o impacto da mensagem. Poucos cartazes pela loja são uma aposta inteligente. Objetividade é a segunda palavra-chave que merece ser adotada. É importante ser direto e objetivo na medida do possível.

Da mesma forma, não tente inventar firulas nas fontes utilizadas quando for usar cartaz promocional. Usar fontes que mais parecem kanjis em japonês ou o alfabeto cirílico só são boas alternativas se você estiver no Japão ou na Rússia. Em outro caso só vai fazer seu cliente desistir de tentar entender o que o seu cartaz quer dizer.

Informações importantes

Cartazes sempre devem informar dados como marca, características do produto, preço e categoria do produto. O tempo útil para usar cartaz promocional na loja é de em média uma a duas semanas. E vai depender do giro do produto e do fluxo de clientes. Após isso é hora de pensar em substituí-lo!

Aviso: cuidado ao usar cartaz promocional

Os pequenos detalhes dizem muita coisa. Um cartaz produzido com material desgastado, cartolina amassada ou rasgada e impressoras ou pincéis atômicos sem tinta podem demonstrar ideias erradas para o consumidor, como descaso e desleixo. Trabalhe sempre sua imagem com o que você tiver de melhor em mãos, até nesses detalhes menores!

O que os olhos não veem…

É importante deixar seus cartazes em locais de fácil acesso. De forma que seu cliente não tenha que se esforçar muito para localizá-lo de preferência na altura dos olhos ou levemente mais baixo.

Dica Premium!

Falamos aqui sobre fatores que influenciam a decisão de compra dos clientes e classe social é claramente um deles. Quando trabalhar com classes de poder aquisitivo maior, é interessante criar a sensação de exclusividade do produto ou serviço. Palavras como “premium”, “gourmet”, “lançamento”, “único” e “novidade”, entre outras passam bem essa ideia.

Descontão de R$ 49,99 por…

Já quando se trabalha com classes de menor poder aquisitivo, como as D e E, deve-se utilizar uma linguagem mais simples ao mesmo tempo em que se cria a sensação de uma oportunidade a ser aproveitada.  Por isso, em vez de anunciar um desconto de por exemplo, 40%, é mais recomendado que o anúncio seja “de R$ 100 por R$ 60”. Palavras que ajudam a “vender” essa ideia de oportunidade: “Promoção”, “Imperdível”, “Oferta”.

Informações adicionais

Além de divulgar seus serviços, a função do cartaz promocional pode ser a de divulgar serviços extras, como por exemplo realizar conserto de aparelhos ou oferecer reparos em roupas na hora. Esse tipo de ação mostra que o estabelecimento quer garantir um bom atendimento em outros níveis também. Os cartazes também podem servir para divulgar ações sustentáveis e apoio a obras de qualidade.

No geral, não existe uma forma errada de utilizar cartaz promocional no seu estabelecimento. Contanto que ele passe a ideia planejada no início e que ele se faça entender para aquele que irá visualizá-lo, neste caso o seu cliente. Desde a sua criação, a intenção de um cartaz é transmitir uma mensagem e passar adiante um conceito, uma ideia, um ideal ou uma oportunidade. Esperamos que você tire proveito dessas dicas e que alcance esses objetivos!

Caso você já use cartazes em sua loja e queira compartilhar conosco sua estratégia escreva nos comentários! Até a próxima.

  • Compartilhar
Anna Bella Bernardes
Jornalista formada pela PUC Minas e pós-graduada em comunicação e marketing pela Universidade de São Paulo. Com 7 anos de experiência na área de comunicação, desde 2015 atua com marketing de conteúdo, SEO e inbound marketing.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.