Vendas do varejo sobem no fim de 2018 e devem crescer em 2019

O Brasil viveu a greve dos caminhoneiros, Copa do Mundo e eleições em um só ano. Mesmo 2018 tendo sido turbulento para as vendas do varejo, o consumo reagiu na reta final do ano. A Black Friday superou as expectativas e o Natal teve um dos melhores desempenhos dos últimos anos.

Fato é que com tantos acontecimentos, crise e recuperação da economia, 2018 foi um ano positivo para o varejo no Brasil. Depois um período de forte recessão econômica no país, o varejo parece seguir em ritmo de recuperação no país. Os empreendedores que querem aumentar suas vendas devem ficar atentos às tendências do futuro do varejo.

Os consumidores também estão mais confiantes com a economia brasileira. Por isso, no artigo de hoje vamos abordar alguns dados do crescimento das vendas do varejo em 2018 e as projeções para 2019. Continue a leitura e confira!

Crescimento das vendas do varejo no 2º semestre de 2018

O varejo fechou 2018 com um crescimento de 2,8% em relação a 2017. E esta foi a maior alta para o mês de dezembro em quatro anos. Apesar do volume de vendas do varejo ainda não ter alcançado os valores anteriores à crise, os números confirmam a tendência de retomada do varejo no Brasil.

Já as vendas do varejo subiram 2,9% em novembro, mês da Black Friday, comparado a outubro, segundo o IBGE. Este avanço representa a melhor alta do período de toda a história, iniciada em 2000, e o segundo melhor desempenho da série, atrás apenas da alta de 4,0% registrada em janeiro de 2017.

Black Friday recordista de vendas

Black Friday de 2018 superou todas as projeções e expectativas. A consultoria Ebit projetou um crescimento de 15% para o período, mais houve um aumento de 23% das vendas em relação a 2017.

Os descontos dos produtos ficaram mais agressivos com a aproximação da Black Friday de 2018. No dia exato, os descontos atingiram o pico médio de 26,7%, contra 13,7% de 2017. O faturamento do e-commerce foi de 2,6 bilhões de reais apenas na quinta e sexta-feira da campanha!

A Black Friday já é consagrada como o evento mais importante do varejo, principalmente para as vendas online.  O site do Magazine Luiza, por exemplo, vendeu o equivalente a 15 dias comuns em apenas um dia.

Natal fortalecido novamente

O Natal de 2018 teve o melhor resultado do período desde 2015. Na semana do Natal, a receita cresceu 7,7% em relação à mesma data em 2017 segundo o Índice Cielo de Varejo Ampliado.

De acordo com levantamento da Associação de Lojistas Brasileira de lojistas de Shopping (Alshop), as vendas dos shoppings centers avançaram 5,5% em relação ao Natal do ano anterior.

O e-commerce também registrou um forte crescimento no Natal de 2018. A consultoria Ebit – Nielsen levantou um faturamento de R$ 9,9 bilhões no período, o que representa uma alta de 13,5% em relação ao Natal de 2017.

Crescimento do Varejo em 2019

A expectativa para as vendas do varejo em 2019 é bastante positiva. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o crescimento deve ser de 5,2% em relação a 2018. Isto ocorrerá graças ao aumento do PIB superior a 2%.

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM), que mensalmente é monitorado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, alcançou, em novembro de 2018, o maior valor desde março de 2014.

As boas expectativas do varejo nacional refletem também na queda da taxa de desemprego. Milhares de vagas de emprego para o setor varejista deverão ser abertas nos próximos meses. Novos investimentos também deverão ser realizados ao longo do ano.

Os bons resultados do varejo nacional, apesar de apontarem para uma tendência de crescimento das vendas para 2019, ainda não representam os mesmos níveis alcançados antes da crise. O varejo ainda tem um longo caminho para percorrer. E isto veremos com o decorrer dos meses. Afinal, o ano só está começando.

Por isso, os empreendedores precisam saber inovar e continuar seguindo algumas dicas para driblar a crise. É preciso entender as dores do cliente – e isso é feito através de um atendimento personalizado  – para conseguir efetuar mudanças quando for necessário.

Você está se preparando para o aumento das vendas do varejo em 2019? Conte pra gente nos comentários. E não se esqueça de nos seguir no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn. Estamos sempre compartilhamos as principais novidades do varejo.

  • Compartilhar
Anna Bella Bernardes
Jornalista formada pela PUC Minas e pós-graduada em comunicação e marketing pela Universidade de São Paulo. Com 7 anos de experiência na área de comunicação, desde 2015 atua com marketing de conteúdo, SEO e inbound marketing.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.