Você sabe calcular o lucro do seu varejo?

Toda loja, seja ela física ou virtual, precisa de lucro para deslanchar. Por isso, acompanhar de perto e saber analisar a lucratividade da empresa é fundamental no varejo.

A grande questão aqui é: como calcular a margem de lucro da empresa e traçar os melhores caminhos para aumentar esse lucro? Pois bem, neste post, a gente ensina a fazer o cálculo. 

A diferença entre lucro, lucratividade e rentabilidade

Primeiro, precisamos definir o que é lucro, o que é lucratividade e o que é rentabilidade. Apesar de muitas vezes serem usadas como sinônimos, essas palavras exprimem conceitos diferentes. 

O lucro pode ser resumido como o resultado positivo, em números absolutos, que se obtém após deduzir das vendas todos os custos e despesas envolvidos. A rentabilidade é a relação entre o lucro líquido e o investimento feito para isso.

A lucratividade, por sua vez, é a relação entre o  lucro líquido e o valor das vendas, em percentual.  Ela é um dos principais indicadores de eficiência operacional e, em linhas gerais, mostra qual foi o ganho que a empresa gerou sobre o trabalho desenvolvido. A lucratividade também é utilizada como um importante indicador econômico, já que está diretamente relacionada à competitividade que um negócio tem no mercado. 

Como calcular a lucratividade da empresa

Para mensurar a lucratividade do seu negócio, você pode usar a seguinte fórmula:

Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Total) x 100

Assim, obterá o valor exato em números percentuais. 

Como definir a margem de lucro de um produto ou serviço

Já vimos que o lucro é a diferença entre o faturamento obtido pela empresa e os custos envolvidos na operação. Para calcular, pode-se usar a fórmula a seguir:

Lucro bruto = receitas totais da empresa – custos 

Ou seja, na prática, tudo o que você precisa fazer é somar todo o faturamento e, do resultado, deduzir os valores gastos para realizar as atividades que geraram as receitas.

Já a margem de lucro bruta é o valor percentual obtido da relação entre o lucro bruto e a receita total, representado pela a fórmula: margem de lucro = lucro bruto / receitas totais. O valor da margem de lucro é mais preciso, pois fornece a dimensão real do cenário da empresa. Portanto, em geral, esse é o valor que se fornece ao buscar um investimento, por exemplo. 

A diferença entre a margem de lucro bruta e a margem de lucro líquida

Agora que você já sabe como calcular a margem de lucro bruta, é preciso entender a diferença entre ela e a margem de lucro líquida.

Na margem líquida, além dos custos envolvidos na operação, é preciso considerar outras despesas, como a tributação que incide sobre o faturamento, os impostos e encargos em cima da folha de pagamento, o aluguel de espaço, as contas de consumo (telefone, energia, internet, água…), as despesas com o pessoal administrativo, entre outras. Ou seja, para obter o lucro líquido, é necessário considerar o lucro bruto e abater do total todas as despesas fixas e variáveis. 

Você pode usar a seguinte fórmula para chegar ao percentual:

Margem líquida = lucro líquido após os impostos / receita total x 100

Como você pode perceber, analisar esses números é fundamental para tomar decisões mais precisas. Preocupar-se somente com o número de vendas concretizadas e não atentar para as despesas envolvidas é um tiro no pé, e pode causar um impacto negativo na saúde financeira da empresa. 

Vale lembrar que porcentagem de lucro esperada não segue uma fórmula mágica. Ela varia de empresa para empresa, e depende de diversos fatores, como o porte e o ramo de atuação do negócio. Em geral, empresas que prestam serviços costumam trabalhar com margens acima de 20%, enquanto a margem da indústria circula em torno dos 8%. Mas isso não é uma regra, pois as especificidades e objetivos do negócio devem ser levados em conta na estimativa. 

 

Esperamos que este post tenha sido útil para você! Se tiver mais alguma informação ou curiosidade a acrescentar ao conteúdo, não se esqueça de deixar um comentário para a gente!

  • Compartilhar
Danilo Colombo
Formado em publicidade e propaganda, apaixonado pelo mundo digital, startups, growth hacking e empreendedorismo. Quando não está pensando sobre negócios, gosta de passar o tempo com sua família. Atualmente é Head of Marketing da PDVend.

Você vai se interessar também.

Escreva um comentário

Quer acesso aos conteúdos exclusivos?

Cadastre-se e receba gratuitamente artigos, novidades e dicas.